2024/06/20

Instalações para o ensino (1968 a 1972) - Ministério das Obras Públicas - Escolas do Ciclo Primário: Escola Preparatória de Afonso de Paiva, Castelo Branco

 

- Escola Preparatória de Afonso Paiva -

 

O Ministério das Obras Públicas concluiu 42 edifícios, no período decorrente de 1968 a 1972, destinados a estabelecimentos dos cursos preparatório, secundário e médio. A título de divulgação, neste post, daremos a conhecer - a Escola Preparatória de Afonso Paiva, Castelo Branco.



(No canto superior direito pode observar-se a imagem de uma sala de trabalhos manuais com várias mesas e prateleiras com trabalhos de alunos. Em baixo, uma vista panorâmica dos pavilhões)

(No topo, pode ver-se um pátio interior com um pequeno tanque ao centro e os pavilhões. Em baixo, à esquerda, uma sala de aulas À direita, a ficha técnica com a identificação da escola, a dimensão da área coberta, a dimensão da superfície de pavimentos, o custo total das instalações, a data de conclusão da obra, a população escolar e a discriminação das dependências)



Ministério das Obras Públicas (1973). Novas Instalações para o ensino construídas entre

 1968 e 1972. Lisboa: Direcção-Geral das Construções Escolares.



P. M. 


2024/06/19

Colóquio no âmbito nas comemorações dos 50 anos do 25 de Abril - Biblioteca Palácio Galveias - 25 de junho

 

(Imagem do convite para o colóquio, informando o local, a data e a hora de início)


O Colóquio no âmbito das comemorações dos 50 anos do 25 de abril irá realizar-se no dia 25 de junho pelas 15 horas na Biblioteca Palácio Galveias, centrado na diversidade de documentação à guarda de cada uma das Secretarias-Gerais, fontes primárias por excelência, dando visibilidade aos acervos documentais à guarda do Estado.


(Imagem do programa detalhado do colóquio, do lado direito. Do lado esquerdo, uma pequena sinopse sobre o tema)



MJS



2024/06/17

 

(Imagem de uma urdideira retirada do Museu Virtual da Educação)


Urdideira

 

Urdideira utilizada em contexto das práticas pedagógicas nas aulas de Tecelagem. É constituída por uma armação (moldura) de madeira, guarnecida de pregos de madeira ou ferro, em que se urdia a teia, ou seja, onde se enrolava o fio a partir do novelo.

Está inventariado com o número ME/402916/41 e pertence ao espólio museológico da Escola Secundária de Tomaz Pelayo.


MJS