2011/08/29

Peça do Mês



Quadro didático de insetos
Quadro didático de uma borboleta, inventariado com o número ME/400841/48, pertencente à Escola Secundária com 3.º ciclo de Anadia.
Trata-se de um quadro didático que servia para estudo e observação nas aulas de Ciências Naturais. É constituído por uma caixa de madeira e vidro onde o espécime foi colocado com pequenos alfinetes, de modo a serem visíveis as suas características anatómicas.
As borboletas, ou lepidópteros, constituem um dos grupos de insetos mais evoluídos, conhecendo-se cerca de 150 000 espécies espalhadas pelo mundo. Em Portugal existem mais de 2.400 espécies, noturnas e diurnas.
As características mais relevantes da espécie são olhos de forma hemisférica e tórax composto por tês segmentos, cada um com um par de patas. Dos segmentos posteriores saem dois pares de asas cobertas por escamas coloridas que criam padrões e cores brilhantes. Possuem uma armadura bucal sugadora, constituída por mandíbulas alongadas e unidas, formando uma tromba enrolada em espiral na posição de descanso e distendida quando absorve os néctares das flores ou outras substâncias líquidas.
As borboletas desenvolvem-se através de quatro fases de metamorfose: ovo, lagarta, crisálida e adulto. O seu contributo para o equilibro ecológico é fundamental, quer para a polinização, quer como elemento fundamental na cadeia alimentar. É uma espécie que se encontra bastante ameaçada devido à poluição excessiva, às alterações climáticas e à frequente captura.

MJS